Voltar
06 ago. 2015
Projeto

Equipe FUNPAR elabora plano para desenvolvimento de Castro

Mais de 70 pessoas participaram da audiência pública, para apresentação do PEOT (Foto de: Nome Sobrenome)

O futuro do município de Castro tem sido desenhado nas pranchetas dos consultores de urbanismo da Funpar. Em um projeto inovador, a Fundação tem assessorado a atual gestão em áreas estratégicas para o desenvolvimento da cidade. Uma delas é a elaboração do Plano Estratégico de Ocupação Territorial (PEOT).

Mais de 70 pessoas participaram da audiência pública, para apresentação do PEOT

Diretor de Programas da Funpar, Prof. Dr. Hamilton Costa Júnior, em audiência pública com comunidade de Castro, durante apresentação do PEOT

Arquiteto Luís Fragomeni explica detalhes do PEOT à comunidade local de Castro O responsável técnico pela equipe é o arquiteto Luís Fragomeni, que apresentou o trabalho em uma audiência pública realizada em novembro, para uma plateia com mais de 70 pessoas, representantes de diversos segmentos da comunidade local, que sugeriram adequações e aprovaram a proposta.

O projeto tem como objetivo adequar a infraestrutura e estabelecer parâmetros urbanísticos que darão suporte à ocupação ordenada e sustentável da região. Como parte desse processo, consolidam-se dois distritos industriais, concebidos para receber empreendimentos de grande porte (como, por exemplo, o frigorífico da Cooperativa Castrolanda, que prevê a contratação de cerca de 1.500 funcionários) e de médio porte (como a Watanabe, empresa castrense que contrata cerca de 80 funcionários). Também foram previstas zonas de preservação ambiental e uma área de proteção do entorno do aeroporto da cidade. O trabalho foi estruturado em cinco etapas, que foram executadas em conjunto com a Prefeitura local e culminaram na criação do PEOT. A versão final e impressa será elaborada e entregue até o final do ano.

“Esta é uma grande oportunidade que a cidade tem de projetar o seu futuro, potencializando o seu desenvolvimento social e econômico de forma sustentável”, explicou Fragomeni aos participantes do evento. O objetivo dos envolvidos no projeto é evitar problemas recorrentes em regiões que ocupam seus espaços sem planejamento: surgimento de vazios urbanos, favelização, desgaste prematuro da infraestrutura e perda da identidade local.

Segundo o Diretor de Programas da Funpar, professor Dr. Hamilton Costa Júnior, a Fundação cumpre sua missão estatutária de apoio à sociedade ao prestar serviços de consultoria para o município de Castro. “Quando fomos convidados a desenvolver uma proposta na área de gestão pública, imediatamente assumimos o desafio e auxiliamos na construção do Plano, que prevê não somente a entrega do projeto, mas envolve também a capacitação dos servidores municipais para a realização dos serviços propostos pelos especialistas da Funpar”, afirmou Costa. “A Fundação está proporcionando uma visão de futuro significativa para a cidade e, por conta disso, prestando um grande serviço à sociedade paranaense”, completou.

 

download (2)
Mais de 70 pessoas participaram da audiência pública, para apresentação do PEOT
download (4)
Arquiteto Luís Fragomeni explica detalhes do PEOT à comunidade local de Castro