Voltar
24 jun. 2016
Projeto

FUNPAR media projeto com Polícia Federal e UFPR

A Fundação da Universidade Federal do Paraná é mediadora de um projeto que apresenta para a Polícia Federal a pesquisa forense desenvolvida na instituição. Com iniciativa do próprio departamento da polícia, a proposta é que se crie uma Rede Integrada de Conhecimentos Forenses para a solução de crimes a partir dos laboratórios que estão dentro das universidades. O projeto é pioneiro no Brasil. De acordo com o diretor de programas da Funpar, professor João da Silva Dias, a fundação recebeu cerca de 30 pesquisadores interessados.


A ciência forense é utilizada para desvendar crimes e pode ser aplicada nas mais diversas áreas do conhecimento. Segundo o perito criminal do Instituto de Criminalística do Paraná, Luís Grochocki, existe uma deficiência grande no estado em tecnologias forenses.


A Universidade Federal Paraná possui diversas linhas de estudo que podem auxiliar a Polícia Federal, como as pesquisas nas áreas de linguística, química, genética, botânica e farmácia.

Além da falta de tecnologia, o Paraná possui um número pequeno de peritos. São cerca de 200 profissionais para o atendimento de todo estado. A parceria com a UFPR auxiliaria no desenvolvimento destas pesquisas. Segundo o Chefe do Setor Técnico na Polícia Federal, Fábio Salvador, o órgão e as instituições de ensino precisam se aproximar.


A apresentação mais sólida do projeto Rede Integrada de Conhecimentos Forenses deve ser realizada até o final do ano.

Fonte: Rádio UNIFM